quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

O poder da melancia


Previne o aparecimento do câncer de próstata

O câncer é muitas vezes causado por processos oxidativos recorrentes, que lesam o DNA e provocam alterações celulares. A melancia possui uma substância chamada licopeno, cuja pigmentação atribui a ela sua coloração avermelhada. O licopeno tem comprovada ação antioxidante, que impede que os radicais livres ataquem as células do corpo e provoquem lesões.

Fortalece o pulmão

A fruta fornece boas doses de vitamina A. Segundo a Sociedade Americana Torácica, o nutriente participa dos processos regenerativos dos alvéolos, pequenas estruturas do pulmão que atuam no intercâmbio de gases. A vitamina ainda ajuda a combater processos inflamatórios. Consuma uma fatia média da frutapara suprir a quantidade diária de vitamina A recomendada .

Aumenta a libido

Segundo pesquisa da universidade A&M (EUA), a parte branca da fruta é rica em citrulina. Esse aminoácido é convertido em arginina por enzimas, que atua na formação do óxido nítrico. Essa terceira substância relaxa os vasos sanguíneos e estimula a vascularização do corpo inteiro, incluindo os órgãos sexuais.

Combate a anemia

A melancia é fonte de ferro, mineral que ajuda os glóbulos vermelhos a transportarem oxigênio para todas as células do corpo. A anemia ocorre quando a falta de ferro prejudica a concentração de glóbulos vermelhos. A fruta é uma boa opção de fornecimento do mineral para vegetarianos e para atletas, que tendem a perder glóbulos vermelhos com mais rapidez.

Não provoca inchaço

A melancia é rica em potássio, mineral que participa juntamente com o sódio e o cloro  do equilíbrio hídrico do corpo. Por esse motivo, ela ajuda a eliminar água em excesso e ainda regula o pH do sangue por tabela. Outro benefício é que 90% da composição da melancia é água, que estimula os rins a trabalharem melhor e dribla a retenção de líquidos.

Fornece energia

Isso porque a melancia é rica em vitamina do complexo B, principalmente a B5. Também conhecida como ácido pantotênico, ela ajuda o corpo a extrair energia dos carboidratos, das gorduras e das proteínas. Em outras palavras, ela atua na conversão desses nutrientes em combustível para que as atividades do nosso organismo sejam realizadas com perfeição.


Tem contraindicação

Algumas pessoas podem desenvolver intolerância à citrulina, um aminoácido presente na melancia. Boa parte dos pacientes com artrite reumatoide são intolerantes a essa substância, assim como aquelas pessoas que sofrem de uma deficiência genética conhecida por citrulinemia.

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Os Benefícios da Uva

uva_benefícios
uva_benefícios
A uva é uma rica fonte de carboidratos e são conhecidos por fornecer energia instantânea. Ela é uma fruta de baixa caloria e fornece apenas cerca de 70 calorias por 100 gramas do seu consumo. O açúcar presente na uva é basicamente glicose e frutose que o torna um fornecedor de energia instantânea. Ela contém fibra dietética que faz com que seja útil na digestão. Além disso a Uva também é uma excelente Fonte de Vitamina C, vitamina-B, Vitamina K, Vitamina E,Ferro, Magnésio, Cálcio, Fósforo, Potássio e Zinco.

OS BENEFÍCIOS DA UVA PARA SAÚDE

Benefício da Uva Para o Coração: As uvas são conhecidos por serem um ótimo fruto para o Coração. Isso porque, a Uva irá aumenta o nível de óxido nítrico no sangue, que por sua vez irá reduzir a coagulação do sangue. As uvas são ricas em antioxidantes que ajudam na redução do processo de oxidação do mau colesterol. Pterostilbeno está presente nas uvas que pode também reduzir o nível de colesterol. Resveratrol e quercetina são os flavonóides, que atuam como poderosos antioxidantes. Eles ajudam na proteção das paredes das artérias de danos. Resveratrol reduz as atividades de um hormônio conhecido como angiotensina, que pode aumentar a pressão arterial, reduzindo a largura das paredes das artérias. Estes antioxidantes também inibem os danos que podem ser provocados por radicais livres, limpando assim as toxinas do sangue.
Uva Prevenir a Constipação: A Uva é conhecido como um laxante devido à presença de ácido orgânico e de celulose. As uvas são ricas em fibra dietética que os torna potente na limpeza do trato intestinal. Elas são conhecidos para acalmar a membrana intestinal e estômago. A fibra insolúvel pode ajudar na formação de grandes quantidades e pode promover a excreção saudável.
Benefício da Uva contra o Câncer: A uva tem um alto teor de Antioxidante o que faz ela ser considerada uma Fruta Anti-Câncer. Resveratrol encontrado na uva reduzir o metabolismo de células cancerígenas. A uva mostrou-se ser bastante eficaz em prevenir o câncer de mama.
Proantocianidinas também são antioxidantes que são encontrados na uva e são eficazes contra o câncer. Eles ajudam contra o processo de oxidação causados ​​por radicais livres. O câncer de próstata, câncer de pele e câncer de cólon são os outros tipos que podem ser prevenidas pelo consumo de uva.
A uva podem atrasar o aparecimento da Doença de Alzheimer: Várias doenças de demência relacionada podem ser adiada pelo consumo de uva. O Resveratrol encontrado nas uvas pode ajudar no retardamento do processo de danos em células do cérebro, bem como os danos que ocorrem devido aos radicais livres. O fluxo de sangue é conhecido por ser aumentada em 200%, devido a ele. As uvas podem ajudar a melhorar as atividades cerebrais, juntamente com melhores funções cognitivas. Nível de peptídeos amilóide-beta podem ser reduzida em pacientes que sofrem de doença de Alzheimer.
Benefício da uva para os Olhos: Uva é uma excelente Fruta para a saúde dos olhos por causa dos antioxidantes presentes que ajudam na redução de ocorrência de doenças tais como a degeneração macular e catarata. Estes antioxidantes também impedir o processo de oxidação e perda de visão.
Benefício da uva Para Pele: As uvas são uma fonte de vitamina C e antioxidantes, o que a torna uma fruta maravilha para a saúde da pele. Os antioxidantes presentes nas uvas podem evitar o processo de oxidação dos radicais livres, evitando assim o envelhecimento, rugas, Acnee manchas escuras podem ser prevenidas através do consumo de suco de uva. A Vitamina C melhora o processo de digestão, que, eventualmente, ajuda na eliminação de toxinas do corpo. Um corpo saudável reflete diretamente sobre a pele de uma pessoa, e podem trazer brilho a ela. As uvas são também anti-microbiana e anti-inflamatória, que ajuda na luta contra vários micróbios no corpo. A interleucina 6 (IL-6), interleucina-1 beta (IL-1B), e fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa) são várias enzimas pro-inflamatórias que podem ser reduzidos através do consumo da uva.

OUTROS BENEFÍCIO DA UVA PARA SAÚDE

  • Uva é bem conhecidas como sendo úteis contra a enxaqueca e as dores de cabeça. Seu suco podem ser consumido pela manhã para obter alívio imediato.
  • Uva é benéfica contra a Acidez devido ao ácido úrico podem ser reduzida com o Consumo da uva, com isso você estará prevenindo danos aos rins.
  • Uva irá Fortace o Seu Sistema Imunológico.
  • Uva é um agente anti-microbiana, com isso seu corpo terá uma maior Defesa.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Os Benefícios do Brócolis Para Saúde

Brocolis
Benefícios do Brócolis Contra o Câncer: O Brócolis é uma fonte de glucorafanina que é convertido em sulforafano. Brócolis é recomendado para ser consumido cru caso contrário, vai diminui o nível de sulforafano enquanto processá-lo. Ele também contém o selênio e diindolylmethane que apresenta propriedades anti-cancerígenas e restringir o crescimento de células cancerosas. Outro composto que se encontra no Brócolis é indol-3-carbinol, que ajuda na reparação do ADN em células e restringe a células cancerosas. O cancro do cólon, cancro da mama e cancro de próstata pode ser impedida pelo seu consumo.
Brócolis Reduz Pressão Arterial: Brócolis são uma excelente fonte de magnésio e cálcio, que ajuda na regulação da pressão arterial. Ele contém glucorafanina que aumenta as propriedades antioxidantes dos tecidos do corpo. Ele também tem propriedades anti-inflamatórias e relaxa os músculos do coração e artérias.
Benefícios do Brócolis Para o Coração: O Brócolis é rico em fibra alimentar que ajuda na redução do nível de colesterol no organismo. e ainda Tem propriedade anti-inflamatório, devido à presença de sulforafano, que ajuda a reduzir os danos ao revestimento do vaso sanguíneo.Brócolis também contém o antioxidante beta-caroteno, que ajuda a restringir o dano celular nos músculos cardiovasculares.
Benefícios do Brócolis Para a Pele e o Sistema Imunológico: Brócolis é rico em vitamina C e antioxidantes. Estes compostos ajudam na prevenção do envelhecimento, rugas e pigmentos na pele. Os Anti-oxidantes ajudam a prevenir a formação de radicais livres que pode causar problemas relacionados com a pele e do câncer. A glucorafanina está presente no brócolis que protege contra os danos do sol e ajuda a própria reparação da pele. glucorafanina, gluconasturtiin e glucobrassicin ajuda na desintoxicação do corpo. Ele contém vários anti-oxidantes como caroteno e traços de minerais que ajudam no Fortalecimento da imunidade.
Benefícios do Brócolis para os Olhos: Brócolis é fonte de carotenóides. Ela é rica em luteína e zeaxantina. Estes antioxidantes estão presentes na mácula dos olhos e ajudar na prevenção da degeneração macular relacionada com a idade.

Outros Benefícios do Brócolis para Saúde

  • Brócolis contém cálcio e Vitamina K, que reforça osso e previne a osteoporose.
  • Brócolis é rico em Potássio que ajuda a manter um sistema nervoso saudável e faz o cérebro funcionar de forma eficiente e ativa.
  • Os Brócolis Tem natureza alcalina e pode ajudar a neutralizar a acidez no corpo.
  • Os Brócolis é Fonte de flavanóides que é um agente anti-inflamatório e ajuda a reduzir os danos na pele e alergias.
  • Os Brócolis ajudam a ter uma gravidez tranquila, devido ao contem ácido fólico que auxilia na formação do feto.
  • Os Brócolis ajudam a diminuir a progesterona nos homens. Um estudo mostrou que uma substância contida nos brócolis diminuiu a progesterona nos homens.





quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

COMO SE HIDRATAR PARA TREINAR NO VERÃO

Como se hidratar para treinar no verão

Todo mundo sabe a importância da água em nossa vida, ela constitui 70% da nossa massa corporal, portanto devemos sempre repor este líquido tão precioso afim de evitar possíveis complicações.
Eliminamos água através do suor para manter a temperatura interna ideal e durante uma atividade física esta perda é ainda maior, em exercícios constantes com duração de uma hora, seu corpo perde mais água do que é capaz de produzir, perde-se 0,5 até 3,0 litros, dependendo da intensidade e do tipo de exercício e, se não houver reposição você se desidrata e prejudica sua saúde e seu desempenho.
Portanto, é muito importante consumir a água que o seu organismo gasta todas as vezes que for treinar, principalmente se for durante o verão ou práticas de exercícios ao ar livre, em dias de sol.
Antes dos exercícios
Recomenda-se beber em torno de 500 ml de líquidos cerca de 2 horas antes do exercício para garantir uma boa hidratação e também que haja tempo de eliminar o excesso. E uma ingestão adicional de 250ml a 500ml de líquidos 20 minutos antes para promover uma saturação de líquidos no corpo.
Durante os exercícios
A quantidade de líquidos a ser ingerido vai depender do metabolismo de cada um, do tipo e intensidade do exercício, mas em média é recomendado consumir de 500ml a 2,0 litros por hora de exercício. O melhor é consumir os líquidos frios ou gelados para que a resposta seja mais eficiente. A hidratação deve ser feita a cada 15-20 minutos.
Em exercícios com menos de uma hora de duração, a reposição apenas com água já é suficiente. Agora se o exercício durar mais de uma hora pode ocorrer desequilíbrios de sais minerais, como o sódio. Neste caso é preciso repor com bebidas isotônicas que, além da água, possuem alguns minerais.
Depois dos exercícios
Durante as 12 horas após os exercícios, principalmente as 2 primeiras horas, deve-se ingerir água em grandes quantidades e alimentos ricos em água e minerais. Não é recomendado consumir refrigerantes, cerveja ou café, pois não são eficazes para reidratação.
É importante lembrar, que não é só em dias de treinos que a nutrição e hidratação devem ser cuidadas, essa deve ser uma prática diária, principalmente no verão, onde a atenção deve ser redobrada! Outro fator importanté é que não se deve esperar ter sede para beber água.
E lembre-se, é essencial a supervisão de um nutricionista para orientar da melhor forma sobre a ingestão e quantidade destas bebidas isotônicas.

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Alimentos Funcionais: o que são e suas propriedades

Resultado de imagem para propriedades dos alimentos

De acordo com o Institute of Medicine, alimentos funcionais são alimentos que contém produtos potencialmente saudáveis, incluindo qualquer ingrediente alimentar ou alimento modificado que possa fornecer benefício saudável, além dos nutrientes tradicionais.

A alegação de propriedade funcional de acordo com a ANVISA é aquela relativa ao papel metabólico ou fisiológico que o nutriente ou não nutriente tem no crescimento, desenvolvimento, manutenção e outras funções normais do organismo humano.
O American Journal of Clinical Nutrition descreveu as alegações funcionais como tipo A e B. A do tipo A refere-se às consequências positivas de interações entre os componentes dos alimentos e funções no organismo sem referência direta à redução no risco de qualquer enfermidade. Exemplo: prevenção do estresse oxidativo – antioxidantes.
Já o tipo B refere-se a redução no risco de doença pelo consumo de componentes alimentares específicos ou misturas. Exemplo é a redução do risco de doença cardiovascular ou câncer.
Veja aqui alguns alimentos funcionais:
1 – Soja: A principal substância estudada, a isoflavona tem potente efeito na redução do colesterol e LDL (gordura que causa infartos, AVC e outras doenças), diminuição do risco cardiovascular, ajuda a diminuir o peso corporal, redução no risco de osteoporose e cálculo renal. Por seus efeitos hormônio-símile com o estradiol ela diminui os sintomas da menopausa. Além destes efeitos, ela auxilia na função imune, antioxidante e bem estar.
2 – Alho: Rico em compostos organosulforados tem ação na redução do colesterol total, ajuda a diminuir a pressão arterial, auxilia no controle do diabetes, é anticancerígeno, antioxidante, antibiótico e previne a formação de coágulos.
3 – Chocolate: Suas substâncias ativas estão no cacau e tem ação como poderoso antioxidante, redução na agregação plaquetária (redução de doenças cardiovasculares), modulação do humor. A recomendação é consumir o chocolate amargo e acima de 50% com cacau.
4 – Oleaginosas: Ricas em resveratrol, vitamina E, selênio, manganês, magnésio, arginina que atuam na prevenção de doenças cardiovasculares, são antioxidantes, regulação da pressão arterial.
5 – Ácidos graxos ômega-3: Suas ações se devem ao EPA e DHA e atuam na redução de doenças cardiovasculares, redução dos triglicérides e colesterol total, participam no desenvolvimento da retina e do cérebro, atua nas doenças auto-imunes, melhoram a hipertensão, melhoram sintomas da depressão, são excelentes para a pele e ainda são poderosos antiinflamatórios. Está presente nos peixes como atum, sardinha, salmão, abacate, oleaginosas e óleo de linhaça.
6 – Linhaça: Rica em gorduras boas como ômega-3, ômega-6, monoinsaturada ajuda a reduzir o colesterol total, reduzir inflamações, é antifúngica, antioxidante, atua na proteção contra o câncer e melhoram o funcionamento do intestino.
7 – Azeite: poderoso antioxidante prevenindo doenças cardiovasculares, é antioxidante, ajuda a reduzir o colesterol total e o LDL, ajuda na melhora do aparelho digestivo, tem ação na diminuição na pressão arterial, melhora da defesa do sistema imune e previne a ocorrência de catarata e degeneração macular.
8 – Maracujá: tem ações benéficas no sistema nervoso central com ação anticonvulsivante, ação sedativa e ansiolítica. Melhora o sono e é antiinflamatório.
9 – Romã: uma das frutas mais poderosas. É anticancerígeno, melhora o estômago, atua na redução de colesterol total e LDL, pressão arterial, é antimicrobiano e antioxidante.
10 – Gengibre: é um poderoso antiinflamatório ajudando na melhora de doenças respiratórias, artrites, melhora na defesa do sistema imune e é antioxidante.
O mais importante a ser ressaltado é que o consumo destes alimentos deve ser orientado por um nutricionista funcional porque os benefícios deles podem não ser para todos de acordo com o princípio de individualidade bioquímica. Por exemplo, tem pessoas que são intolerantes a soja, então ao invés de ajudar a perder peso, pode aumentar.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Tomar Água com Limão em Jejum ajuda a Emagrecer?

Tomar Água com limão em jejum ajuda a emagrecer? Muitas pessoas consomem diariamente suco de limão em jejum para perder algum peso, enquanto outras desconfiam dessa forma tão fácil de emagrecer. Realmente, o suco de limão ajuda a perder peso? E se assim for, é bom para a saúde?

O Suco de limão e seus Benefícios
O suco de limão se tornou muito popular quando se trata de perder peso, e ainda há uma dieta de desintoxicação baseada na limonada. No limão é reconhecido seu poder para a remoção de toxinas do corpo, destruindo resíduos e reconstruído o trato digestivo. Mas como isso pode ser verdade?

A primeira coisa a se considerar é que, o suco de limão ajuda a manter o equilíbrio entre acidez e alcalinidade no estômago, o que contribui para uma melhor digestão e prevenir alergias, que podem inflar o abdômen. Também reduz a probabilidade de constipação, porque aumenta a secreção da bílis.
Além disso, o consumo de suco de limão junto às refeições ajuda a reduzir o índice glicêmico, o que ajuda o nosso corpo a ficar saciado por mais tempo, o que de alguma forma nos ajudar a perder peso.


As verdades e os mitos sobre o limão
A verdade é que, o limão pode atuar em certos tipos de alimentos gordurosos, mas não destrói e não impede que o corpo a utilize, mas sim ajuda a quebrar as moléculas da gordura mais rápido.

Além disso,  é impossível que a ingestão de suco de limão ajude a eliminar gordura corporal, por isso não é um substituto para uma dieta e exercícios.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

7 dicas de saúde para o verão

Resultado de imagem para verão

Estas 7 dicas de saúde para o verão ajudam a aumentar a saúde e o bem-estar, aproveitando todos os benefícios dessa época do ano, que incluem praia, piscina e carnaval. Abaixo confira algumas dicas de saúde importantes:
  1. Beber água ou líquidos não açucarados, cerca de 2 a 3 litros de água durante o dia para não desidratar;
  2. Evitar exposição solar direta nas horas de muito calor, entre as 10 e as 15 horas;
  3. Passar protetor solar 15 minutos antes de sair de casa e repassar de 2 em 2 horas, principalmente se for à praia;
  4. Usar chapéu ou boné quando estiver ao sol, mesmo ao caminhar na rua normalmente e usar roupas leves  e claras que absorvam menos o calor;
  5. Comer frutas, verduras e legumes crus ricos em água como alface, chuchu, pepino, rabanete, nabo, tomate, couve-flor, melancia, melão, abacaxi, maçã, cenoura, banana, goiaba e clara de ovo;
  6. Evitar beber bebidas alcoólicas e refrescos açucarados, pois o álcool aumenta a perda de água pelo corpo;
  7. Evitar permanecer em locais fechados e sem ventilação.
O ar condicionado pode ser um problema no verão pois aumenta a presença de bactérias, vírus ou ácaros no ar e retira umidade do ar, agravando as alergias. Por isso, deve-se limpar os filtros do ar condicionado com frequência, usar um vaporizador, ou colocar uma panela, ou balde com água, para umidificar o ar evitando assim problemas respiratórios.
Adotar estes cuidados é importante para evitar a desidratação e doenças como rinite, bronquite e asma, assim como a brotoeja, porque estas doenças são muito comuns no verão devido o aumento do suor, baixa umidade do ar e proliferação de micro-organismos.
Passar repelente no corpo é outra dica para o verão, porque há mais mosquitos e na fase das chuvas pode ocorrer epidemia de dengue. Plantar citronela no jardim e usar velas repelente com óleos e essências de citronela é uma ótima forma de passar as noites de verão de forma agradável e segura.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Aveia: o cereal que regula o intestino

Pote com aveia - Foto: Getty Images

A aveia (Avena L.), é uma planta pertencente à família Poaceae. Seu gênero é composto por aproximadamente 450 espécies. Sendo as mais cultivadas a Avena sativa e Avena byzantina. Cereal rico em fibras que pode ser encontrado na forma de farinha, flocos e farelo.

O cereal em si não contém glúten, mas como na maior parte do mundo ele é processado junto ao trigo, é considerado um dos alimentos perigosos para os celíacos. Por isso, é importante sempre verificar a embalagem, pois se ele contiver traços dessa proteína, deverá constar na embalagem "contém glúten".

Principais nutrientes da aveia

Aveia - Por 30 g (uma porção)
Calorias118,2 kcal
Carboidratos20,1 g
Proteínas4,2 g
Lipídios2,4 g
Fibras2,73 g
Cálcio14,4 mg
Potássio100,8 mg
Ferro1,32 mg
Fósforo45,9 mg
Magnésio35,7 mg
Sódio1,5 mg
Zinco0,78 mg
Fonte: Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos / Taco - versão 2, UNICAMP (convertida para a porção de 30 g)
O grande diferencial da aveia são suas fibras, mas aqui ela ganha pela qualidade, e não pela quantidade, principalmente devido às beta-glucanas, que traz diversos benefícios ao organismo, como veremos a seguir. No quesito quantidade, é preciso consumir 25 gramas de fibras ao dia, em uma dieta de 2 mil calorias, e o cereal contém 2,73 g a cada porção. Portanto, isso corresponde a 11% das nossas quantidades diárias. Veja qual porcentagem do Valor Diário* de alguns nutrientes ela também carrega: 
  • 13% de magnésio
  • 11% de zinco
  • 9% de ferro
  • 8% de proteínas
  • 6% de fósforo
  • 6% de carboidratos
  • 1,4% de cálcio.
* Valores Diários de referência para adultos com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.
Benefícios da aveia
Traz saciedade A aveia possui dois tipos de fibras: uma parte são fibras insolúveis, como a celulose, que as enzimas do nosso corpo não conseguem "quebrar". No entanto, o destaque do cereal são suas fibras solúveis, as beta-glucanas, que são parcialmente digeridas pelo intestino. Elas pegam a água que está no órgão e a ?sugam?. Dessa forma, elas crescem de tamanho e vão formando um gel que forra a parede do estômago e do intestino, retardando o esvaziamento gástrico e prolongando a saciedade. Sendo assim, o consumo de aveia é interessante para quem faz dieta. 

Mantém o intestino em ordem Uma das funções mais conhecidas da aveia é a de regular esse órgão. As grandes quantidades de fibras do alimento, quando entram em contato com a água, formam um gel que estimula o funcionamento do trânsito intestinal. Além disso, as fibras do tipo beta-glucana estimulam o crescimento da microbiota intestional, ou seja, dos probióticos. Isso ocorre porque ela serve como "comida" para os lactobacilos. Quando as bactérias proliferam em cima dessas fibras, existe a produção de uma substância, o ácido butírico, que estimula os movimentos do intestino (chamados de peristálticos). O órgão, por sua vez, quando está sendo estimulado, elimina as substâncias tóxicas mais rápido e estimula a renovação celular. Isso diminui a chance de câncer intestinal. 

Uma equipe de pesquisadores ingleses do Imperial College analisou vinte e cinco estudos que envolviam mais de duas milhões de pessoas e chegou à conclusão de que a alta ingestão de fibra alimentar, particularmente de cereais e grãos integrais, como a aveia, está associada com a redução do risco de câncer colorretal. A cada adição de 10 g por dia de grãos integrais no total de fibras ingeridas, constatou-se uma redução de 10% no risco da doença.

Ajuda a defender o organismo A aveia não tem uma ação direta na nossa imunidade, porém, por melhorar o trânsito intestinal, ela pode aumentar as defesas orgânicas do nosso corpo, uma vez que contribui para a saúde da flora intestinal. Afinal, 60% do total de imunoglobulinas do nosso corpo estão nele! Toda vez que estimulamos a microbiota intestinal, acabamos produzindo mais anticorpos, o que melhora a imunidade. 

Previne doenças crônicas O cereal também age no controle da glicose e do colesterol. Lembram do gel que as beta-glucanas formam ao entrar em contato com a água? A glicose e o colesterol ficam mais tempo "presos" nesse gel, para depois serem absorvidos. No caso dos açúcares, isso diminui o tempo de absorção dos carboidratos, melhorando os níveis glicêmicos. Por isso, o consumo de aveia é recomendado aos diabéticos. A ingestão do cereal, especialmente na forma de farelo, também é benéfico para quem tem colesterol alto, já que há uma diminuição em até 10%. 

Não existem estudos suficientes de que a aveia ajuda no controle da hipertensão, no entanto, sabemos que ela é rica em potássio, mineral importante para modular a pressão arterial, evitando a retenção de líquidos. 

Traz mais bem-estar Por ser uma fonte proteica, a aveia contém triptofano, um precursor da serotonina, neurotransmissor responsável pelo controle do nosso humor, conhecido como amigo do bem-estar). Para a conversão de um para o outro, é necessária a ação de uma enzima, que só funciona bem quando os níveis de alguns nutrientes estão adequados, entre eles, o magnésio, encontrado também em boa quantidade no cereal. Sendo assim, a aveia pode ser uma aliada extra no combate à tristeza e até mesmo da depressão.

Faz bem para a pele Como é um alimento rico em silício e proteínas, o consumo de aveia também é bom para a renovação de tecidos, como a pele. Isso ajuda nas divisões celulares e deixa o tecido com uma melhor aparência, além de mais saudável.
Como consumir
A aveia é vendida na forma de farinha, flocos (finos e grossos) e farelo. Ela pode ser consumida junto com as frutas de sua preferência ou adicionada aos sucos, shakes e às vitaminas. A aveia também pode fazer parte da preparação de bolos, tortas (doces e salgadas), pães, biscoitos, cookies, empanados, bolinhos e farofa. Outra forma de utilizá-la é no mingau, ela dá a consistência ao leite sem a necessidade do uso de amido de milho para engrossar.
Quantidade recomendada de aveia
Estudos demonstram que 30 gramas, ou seja, aproximadamente três colheres de sopa de aveia diariamente é o suficiente para obter os benefícios do cereal. Por causa do alto teor de fibras, o consumo deve ser acompanhado da ingestão de líquidos. 

Comparação com outros alimentos

  • A aveia é uma ótima fonte energética, sendo que sua porção de 100 g conta com 67 g de carboidratos, perdendo apenas da quinoa, com 68,8 g e do farelo de trigo com 76 g na mesma porção.
  • Quando falamos em fibras, a aveia não é campeã em quantidade. Uma porção de 30 g contém 2,73 g da substância, enquanto uma porção de chia tem 8,6 gramas, 3 vezes mais. Porém, a qualidade é maior, já que as beta-glucanas têm diversas propriedades importantes para a saúde.
  • Apesar de ter menos minerais do que outros cereais, como podemos ver na tabela abaixa, a aveia ganha do arroz integral, a versão completa do arroz branco, um dos grãos mais consumidos no nosso dia. O indicado é o consumo de 86 g desse alimento, o que equivale a 2 colheres de sopa. Essa porção tem 0,285 mg de ferro e 4,3 mg de cálcio, contra 1,32 mg e 14,4 mg respectivamente desses minerais contidos em 30 gramas de aveia. Ou seja, comparando as porções recomendadas, a aveia contém 3 vezes mais cálcio e 5 vezes mais ferro!

Contraindicações
O consumo de aveia é contraindicado para quem tem a doença celíaca, que é causada pela intolerância ao glúten, uma proteína encontrada na aveia (por contaminação do trigo) e em outros alimentos, que provoca dificuldade no organismo de absorver os nutrientes, vitaminas, sais minerais e água. Pessoas que possuem intolerância alimentar também devem evitá-la.
Quem tem síndrome do intestino irritado não deve consumir aveia, pois, por causa da inflamação, precisa de alimentos de fácil digestão. O consumo de muita fibra provoca ainda mais irritação, pois o alimento permanece mais tempo no intestino. 
Já os que possuem intestino muito acelerado também devem evitá-la, pois a aveia possui muitas fibras e ajuda a acelerar ainda mais o trânsito intestinal. 
Riscos do consumo em exagero
O excesso de consumo da aveia pode causar intolerância alimentar ou flatulência. Todo alimento em exagero pode criar uma intolerância, isso é individual de cada um. Além disso, como todo item rico em fibras, precisamos de maior quantidade de água para ajudar na digestão, senão é possível criar gases. O excesso de fibras na alimentação também diminui a absorção de zinco e cálcio.